pt

en

pt

en

Notícias

GENERG Celebra 25 Anos com Conferência “Energia que dá Vida ao Futuro”

Lisboa, 20 de Junho de 2014 – O Museu do Oriente recebeu hoje um conjunto de personalidades de reconhecida competência do setor das energias renováveis na Conferência Energia que Dá Vida ao Futuro, organizada no âmbito da celebração do 25º Aniversário da GENERG. Ao longo da sessão, e especialmente no decurso do debate do futuro das renováveis e no discurso de encerramento do Senhor Ministro do Ambiente, Engº. Jorge Moreira da Silva, ficou claro o potencial de crescimento que as energias renováveis atualmente têm, seja por via da maior eficiência e menor custo, seja por via do surgimento de novas opções, como o armazenamento de energia tornado possível pelos melhoramentos tecnológicos.

Fruto de um investimento estratégico efectuado pelo País, as energias renováveis têm assumido uma crescente relevância no total da produção eléctrica nacional, representando igualmente um setor importante de afirmação da competência e competitividade das empresas nacionais. Da conferência constaram dois painéis, sendo primeiro dedicado à história e evolução da GENERG e o segundo inteiramente focado no debate do futuro das energias renováveis de uma forma geral, bem como especificamente em Portugal.  

O ecossistema das energias renováveis no centro do debate

No decurso da abertura e do primeiro painel foi abordada a história do grupo GENERG e o impacto da sua presença nas regiões em que está presente, referindo a relevância da aposta feita na criação de um Cluster Industrial de produção associado à energia eólica e que atualmente é responsável pela consolidação no espaço empresarial de um conjunto de competências de referência internacional no nosso País. Adicionalmente, e com a aposta na energia solar, a GENERG apostou novamente na criação de competências internas capazes de responder aos desafios da implementação e gestão de parques solares. Como reconhecimento dessa competência e conhecimentos acumulados, a GENERG obteve uma certificação TÜV do seu parque solar, uma das mais conceituadas e exigentes certificações a nível internacional. Em 2014 a empresa pretende continuar a investir, a exemplo dos anos transactos. Ilustrando esta aposta estratégica, a produção em 2013 registou um crescimento de 18,9%, para 1.751 GWh de energia limpa.

O segundo painel foi dedicado ao futuro das energias renováveis, tendo sido referido o forte decréscimo de custos associados à energia solar, num período extremamente curto, e que permite antever um forte potencial de crescimento nestas áreas. Nesse sentido, a GENERG prevê que seja ainda possível algum crescimento nesta área em Portugal no futuro, e naturalmente também a nível internacional. O painel referiu ainda o problema da necessidade de mudar paradigmas de crescimento e de desenvolvimento fruto da necessidade de descarbonização da economia.

Por último, a intervenção do senhor Ministro do Ambiente focou-se também na necessidade de mudar a economia, cortando a ligação entre aumento do PIB e aumento do consumo energético, através de uma mais eficiente utilização dos recursos, referindo igualmente um recente relatório da Agência Internacional de Energia e que refere os investimentos que se afiguram necessários para suprir as necessidades energéticas mundiais. No decurso do discurso foi ainda referida a necessidade de apostar nas renováveis, bem como a necessidade que Portugal possa aumentar a sua capacidade de abastecimento de energias renováveis, o que implica uma maior aposta europeia nas interligações.

Na conferência estiveram presentes perto de 130 representantes dos mais importantes players no mercado energético nacional. Pode assistir à conferência no seguinte link: https://www.youtube.com/watch?v=_Z2sc4o7xUQ

Privacidade de Dados